Não é de hoje que o rock dá destaque a artistas brancos. Apesar de terem ajudado a originar o gênero musical e contar com nomes de cantores importantes, muitos negros foram apagados da história do movimento. Mas o cenário atual promete mudanças. De Willow Smith até Chuck Berry, confira a participação de artistas negros no rock.

"Pessoas pretas fizeram o rock and roll", canta Lizzo em seu novo hit "Rumors". A cantora, como de costume, não está errada. O gênero do rock, assim como tantos outros, tem sua origem com artistas negros. Porém ao longo dos anos, rockeiros brancos dominaram o cenário, excluindo e marginalizando os músicos pretos. Como resultado, as principais bandas do rock atuais são formadas por artistas caucasianos. Mas isso está mudando!

Além de nomes históricos, que abriram caminhos para outras gerações - Chuck Berry, Tina Turner e Jimi Hendrix - o cenário do rock de hoje em dia traz novas vozes, com destaque especial para duas mulheres negras: Willow Smith e Lizzo. Vem entender como se deu a participação de cada um desses artistas na história do rock!

Willow Smith quebra barreiras como mulher negra no rock
Willow Smith quebra barreiras como mulher negra no rock

Willow Smith

Como mulher preta, existem muitas barreiras para Willow. Isso é um problema ainda maior no rock, gênero musical que foi dominado por homens brancos. A artista de 20 anos está revolucionando a música, investindo em um estilo de punk rock e abrindo o caminho para tantas outras meninas como ela. "Com a música que eu estou lançando e com a representatividade que eu posso trazer, eu espero que garotas pretas ouçam meu álbum e vejam que existem mais meninas como elas. Você não está sozinha", disse a filha do ator Will Smith em entrevista à V Magazine.

Seu último álbum, "Lately I Feel Everything", lançado em julho, trouxe referências de grandes nomes do rock dos anos 2000, como Paramore e Avril Lavigne.

Lizzo

Quem também vai se aventurar no gênero é Lizzo. A cantora, que já participou de uma banda de rock aos 19 anos, afirmou que seu próximo álbum será focado no gênero. Segundo Lizzo, essa influência pode ser observada em suas músicas até hoje, já que todas contém guitarra. "Foram artistas negros que criaram o rock. É claro que devemos cantar isso. É nosso", disse a artista ao Splash. Lizzo faz referência ao fato na já citada "Rumors", sua nova música em parceria com Cardi B.

Chuck Berry

Nascido em Missouri, em 1926, Chuck Berry teve um caminho diferente de muitos colegas da música. Apesar do seu incrível talento com a guitarra e fama inegável, outros ídolos - como o próprio Elvis Presley - conseguiam retorno financeiro bem maior do que Chuck. Muito disso se deve ao racismo, acentuado ainda mais durante as décadas de 50 e 60 nos Estados Unidos - nas quais existiam legislações que separavam espaços para brancos e negros. Porém, Chuck Berry foi responsável por inspirar diversos outros músicos e até hoje é lembrado por alguns de seus maiores hits, como "You Can't Never Tell" e "Bye Bye Jhonny".

Tina Turner

Tina Turner é considerada por muitos a "Rainha do Rock 'n' Roll" - e o título não é à toa. Com personalidade forte, a artista emplacou hits inesquecíveis, como "River Deep - Mountain High" e continua sendo uma referência hoje, aos 81 anos. Sua relação conturbada com o primeiro marido, Ike Turner, foi pauta de muitos conteúdos sobre a cantora, porém, Tina conseguiu ir além do estereótipo, nunca sendo definida por um homem.

Jimi Hendrix

Jimi começou a tocar guitarra aos 15 anos e é considerado um dos maiores guitarristas de todos os tempos, sendo referência para rockeiros de todo o mundo. Infelizmente, seu tempo de carreira foi curto, já que Hendrix morreu aos 27 anos, em 1970. Com diversos discos lançados, ele é um dos poucos artistas que lançou mais trabalhos póstumos - ou seja, divulgados depois de sua morte - do que durante a vida.

Sua apresentação no Woodstock, em 1969, continua sendo lembrada décadas após o festival. Na ocasião, o artista tocou o hino nacional dos Estados Unidos, simulando sons de bomba. Era uma forma do guitarrista protestar contra a Guerra do Vietnã, que só foi encerrada em 1975. Veja a performance histórica:

Esses são apenas alguns dos nomes de vários artistas negros no rock, que comprovam que o gênero não pertence - nem nunca pertenceu - aos brancos!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema