Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

A tarde desta terça-feria (10) começou com mais uma treta no Twitter. Os protagonistas da vez são Felipe Neto e os fandoms de K-Pop. O motivo? O youtuber não curte a maneira como K-Poppers compartilham vários vídeos de idols - artistas do gênero - dançando na rede social. Mas qual é o problema nisso? Até onde o influencer está certo?

As coisas estavam muito calmas no Twitter, né? Pois o Felipe Neto resolveu movimentar um pouquinho a rede social nesta terça-feira (10) depois de criticar um certo comportamento dos fãs de K-Pop. O youtuber fez uma série de tweets dizendo o quanto cansado está de ver os fãs do gênero postando vídeos de idols em qualquer circunstância e até falou que vai bloquear todo mundo que fizer o mesmo.

Se você não sabe, a galera fã do gênero originário da Coreia do Sul ama fazer seus tweets acompanhados de uma fancam de seus idols favoritos. Mas o que é fancam? É um vídeo de algum artista sul-coreano, gravado por um fã, performando alguma de suas músicas.

Se liga nos tweets dele:

Felipe ficou sabendo que os K-Poppers fazem isso para somar views nas fancams de seus idols, mas explicou que isso não serve pra nada:

Mas será que ele está certo? Seguindo o raciocínio do Felipe, dá para concordar que tudo tem hora e que vermos tweets de pessoas felizes dançando numa publicação em que se fala sobre assédio, saúde mental, agressão ou qualquer outro assunto delicado é, no mínimo, sem sentido.

Alguns fãs de K-Pop concordaram com a crítica do youtuber, mas a maioria deixou bem claro que fancams em posts aleatórios não tem problema nenhum - postando tweets com fancams, é claro - e muitos não gostaram nada do tutorial, ensinando a denunciar contas como spam, que ele fez. Dá uma olhada:

E aí, você acha que o Felipe Neto fez a coisa certa ou acha que ele exagerou um pouco? Conta pra gente e fica ligado no site do Purebreak que a gente te deixa por dentro das maiores novidades!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema