Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Estes 5 países são escolhas inusitadas para você fazer intercâmbio
Estes 5 países são escolhas inusitadas para você fazer intercâmbio
Vários estudantes e até mesmo quem já terminou os estudos pensa em conhecer outros países e aproveitar o momento para estudar e acrescentar mais habilidades no seu currículo. Você com certeza ouviu falar que países como Estados Unidos, Canadá e Nova Zelândia são ótimos para isso, mas também existem alguns que não são tão comuns, mas que merecem sua atenção.

Muita gente já ouviu falar de algum amigo, conhecido ou até mesmo já fez intercâmbio, né? Os destinos mais comuns para aprender alguma língua, fazer um curso e até mesmo uma graduação ou pós-graduação. Destinos como Canadá, Estados Unidos, Inglaterra, Austrália e Nova Zelândia são bem comuns, mas é claro que existem muitos outros países tão incríveis - ou mais - que você precisa levar em consideração na hora de escolher onde você irá passar os próximos meses ou semanas.

O Purebreak fez uma lista com 5 países inusitados que também podem ser o destino do seu intercâmbio.

África do Sul

A África do Sul é uma das opções mais incríveis dessa lista. Você consegue se imaginar morando num lugar com esses visuais? O país é um ótimo destino para participar de programas de voluntariado e obter experiências únicas. Rola até fazer um safári, visitar o Cabo da Boa Esperança e muito mais.

Mas para isso você precisa da documentação certa para estudante, que depende do período do curso. Não é necessário visto para entrar no país para aqueles que ficarão até três meses. Caso você queira ficar mais que isso é necessário ter o passaporte com validade de até um mês antes da data de retorno ao Brasil e pelo menos uma página em branco e levar consigo o CIV (Certificado Internacional de Vacinas) com uma toma da vacina contra febre amarela feito pelo menos 10 dias antes da data do embarque.

Coréia do Sul

Com a explosão do K-Pop, a Coréia do Sul entrou na rota de muita gente, tanto para turismo quanto para estudos, com intercâmbio ou de outras formas. O país pode não ser o mais inusitado da lista, mas o contraste entre a cultura oriental e ocidental já é algo que vale o investimento. Fora que aprender um pouco de coreano é um adicional e tanto para seu currículo.

Para entrar no país como estudante, você precisa de visto, que podem ser de dois tipos:

D-2 visa (Programa Educacional Regular): visto para quem cursar um bacharelado, mestrado, doutorado ou pesquisa científica em faculdades, universidades, escolas de pós-graduação e instituições de pesquisas acadêmicas;
D-4 visa (Treinamento Geral): visto para quem quer estudar coreano em escolas de idioma de uma universidade coreana; para quem quer cursar um instituto educacional qualificado que não seja um instituto acadêmico de pesquisa; para quem quer fazer um treinamento técnico em um instituto de pesquisa público ou nacional, instituto ou órgão de treinamento; e pessoas que receberem pagamento de institutos de pesquisa ou que tiverem qualificações do sistema de treinamento industrial.

Índia

Pode confessar que você nunca imaginou que a Índia fosse aparecer nessa lista. Pois é, o país pode ser o destino do seu intercâmbio se você quer ter uma experiência rica em diversão, enriquecedora e completamente nova. A diversidade do local é enorme e além de estudar, você terá a oportunidade de praticar meditação, yoga, culinária e mais.

Este site aqui explica o passo a passo de como tirar o visto

Costa Rica

Considerado um dos países mais prósperos da América Central, o país é uma ótima escolha na hora do intercâmbio. A Costa Rica é um lugar interessante para quem quer aprender espanhol sem gastar muito e poder conhecer alguns lugares paradisíacos.

Escola ou universidade: a universidade ou escola de inglês nos EUA, a escola te enviará um documento chamado formulário I-20, exigido para a solicitação do visto F-1.

Emirados Árabes

Os Emirados Árabes estão entrando no radar de alguns brasileiros que querem destinos novos para aprender inglês. Dubai é a mais popular e pode até não parecer, mas dá sim para aprender a língua no lugar, já que por lá passam diversos empresários do mundo todo.

Visto de Estudante: Para intercâmbio acima de 3 meses. Este é geralmente valido por 90 dias e pode ser estendido por mais 90 dias dentro do país, totalizando 180 dias / 6 meses. Com o visto de estudante o brasileiro tem permissão para trabalhar legalmente durante os estudos.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema