Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Ser LGBTQIAP+ é um símbolo de resistência. Muitos países, como o próprio Brasil, sofrem com pensamentos conservadores e LGBTQIAP+fóbicos. Na Coreia do Sul, o casamento entre pessoas do mesmo gênero ainda não é legalizado - tornando o tema um tabu ainda maior por lá. Confira 9 estrelas de K-pop que apoiam a comunidade e estão fazendo a diferença em seu país.

Fazer parte da comunidade LGBTQIAP+ é um desafio em qualquer lugar do mundo, infelizmente. Mas em alguns países pode ser ainda mais difícil. Enquanto aqui no Brasil estamos falando sobre criminalização da homofobia e maior representatividade da comunidade em filmes, séries e desenhos, na Coreia do Sul, pessoas do mesmo gênero lutam para conseguir se casar.

Isso porque, em alguns aspectos, a nação é extremamente conservadora - com noções ainda extremistas sobre assuntos como drogas e sexo. Mas isso não quer dizer que as coisas não estão mudando - que bom!

Assim como em vários países, ídolos influentes estão demonstrando seu apoio à comunidade LGBTQIAP+ e pedindo algo tão básico: o respeito. Por isso, hoje separamos 9 estrelas do K-pop que são aliados importantes que você precisa conhecer!

1) RM, do BTS

Rap Monster GIFs - Get the best GIF on GIPHY

Não é de hoje que o BTS - um dos maiores fenômenos de K-pop no mundo - mostra seu apoio à comunidade LGBTQIAP+. O líder do grupo, RM, faz questão de deixar o posicionamento do grupo claro. Num discurso para as Nações Unidas (ONU), em setembro de 2018, o artista disse: "Não importa quem você é, de onde vem, a cor de sua pele ou sua identidade de gênero". Rapidamente, os fãs foram às redes apontar a importância daquela "simples" fala.

Confira o vídeo do discurso emocionante:

2) Yeri, do Red Velvet

rv yeri gif icon.˚ ᵎ┊͙credits : @daeguwu on whi. ◟̆◞̆

Parte do Red Velvet, grupo de K-pop de muito sucesso, Yeri mostra constantemente seu apoio à causa LGBTQIAP+. Em shows, a cantora já abraçou bandeiras da comunidade, além de aparecer em um clipe e apresentação com uma blusa colorida que dizia: "o amor não vê cores". Ou seja, todo mundo está livre para amar quem quiser, independente de gênero, raça ou qualquer outra coisa.

3) Moonbyul, do MAMAMOO

purple | Mamamoo, Moonbyul, Cantores

Quando falamos de apoio à causa LGBTQIAP+ no K-pop, logo pensamos do grupo MAMAMOO. Além de deixarem claro várias vezes que amam os fãs independente de raça, orientação sexual, identidade de gênero ou religião, as integrantes também já trabalharam com dançarines não-bináries e posaram ao lado da ídola coreana Harisu, que é uma mulher trans. Moonbyul, especificamente, já fez carta para grupo de fãs, expressando seu amor e respeito à comunidade.

4) Vermon, do SEVENTEEN

ᴋ-ɪᴅᴏʟs ʀᴇᴀɢɪɴᴅᴏ ᴀ ᴠᴏᴄê ﭢ | Vernon seventeen, Vernon hansol, Vernon

O grupo SEVENTEEN fez uma entrevista ao BUILD Series em 2019 e recebeu algumas perguntas do Carat. Uma fã agradeceu ao apoio à comunidade e pediu para que os meninos dessem um recado especial para essa parte do fandom. Vermon respondeu que era muito grato por todo amor e que o SEVENTEEN espera fazer do mundo um lugar melhor para todes com direitos iguais.

Assista ao momento fofo:

5) Holland

Meet KPOP's FIRST LGBTQ+ Idol: Holland - MyMusicTaste Blog

O solista de K-pop Holland não esconde sua sexualidade, afirmando-se sempre como homossexual. Em entrevista à Vogue Britânica, o artista apontou a importância de seu posicionamento: "Quando eu era mais jovem, não tinha um ídolo coreano que fosse assumidamente LGBTQIAP+, então era influenciado por astros ocidentais. Sabia que precisávamos de uma figura assim na Coreia". Mas não é fácil. Seu clipe, "I'm not Afraid", em que aparece beijando um homem, só pode ser visto por maiores de idade no Youtube do país.

Confira o clipe de Holland:

6) Tiffany Young, do Girls' Generation

Best Tiffany Young Tries GIFs | Gfycat

Em 28 de junho de 2018, em celebração ao Dia do Orgulho, Tiffany, do Girls' Generation, publicou uma "carta de amor" à comunidade LGBTQIAP+ no site da Billboard. "Eu te defendo e celebro você, não apenas no dia de hoje, como em todos os dias", finaliza a cantora. Além disso, em sua música "Over My Skin", a artista preferiu não mencionar um homem na letra, para que todos pudessem se identificar. A representatividade de pessoas LGBTQIAP+ importa sim - e muito!

7) Jo Kwon, do 2 AM

Jo Kwon's Tweet - Random - OneHallyu

Em 2020, Jo Kwon, integrante do grupo de K-pop 2 AM, assumiu-se não-binárie durante entrevista para Newsis, ganhando apoio dos fãs em todo o mundo. "Ser sem gênero é minha arma. Antes, se as pessoas falassem que eu parecia uma garota, pensava que não era verdade. Agora estou bem com isso", afirmou. Jo Kwon também fala constantemente sobre a importância de ser você mesme e abraçar sua verdadeira identidade.

8) Sunmi

선미 x 가시나

Ex-integrante do Wonder Girls, Sunmi é uma solista famosa, que reconhece a presença massiva de pessoas LGBTQIAP+ em seus shows. Por isso, durante uma apresentação em Amsterdã, em 2019, a cantora se enrolou em uma bandeira de arco-íris e disse que era uma "Rainha LGBT". Muitas pessoas até acharam que ela estava se assumindo, mas, mais tarde, Sunmi foi ao Twitter explicar sua fala.

Veja o tweet:

9) Chungha

Lana - Tumblr Blog Gallery

A solista Chungha, ex-integrante do I.O.I, também deixa claro que é uma aliada. Por ter muitas pessoas LGBTQIAP+ em seu fandom, a cantora sempre menciona a importância desse público para sua carreira. No clipe de "Stay Tonight", ela incorpora passos de voguing - reconhecidos por simbolizar a resistência da comunidade - em sua coreografia.

Dá uma olhada nesse clipe lindo:

Com tanto preconceito e intolerância, a comunidade LGBTQIAP+ ainda enfrenta muitos desafios em busca de aceitação e respeito. Que bom que os tempos estão mudando e hoje em dia conseguimos encontrar muito apoio e amor em ídolos relevantes e influentes.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema