Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

A briga entre os Millennials e a Geração Z tomou conta das redes sociais na última semana. No começo, a piada era listar coisas que o primeiro grupo (dos mais velhos) fazia que não eram muito legais - o famoso "cringe". Mas a galera da década de 1990 não curtiu muito e quis provar que calça skinny, "Friends" e café da manhã são legais sim. Você já sabe seu lado nessa batalha? Faça o quiz para determinar seu grupo.

Se você esteve nas redes sociais nos últimos dias, provavelmente já sabe da treta entre gerações que está rolando. De um lado, temos os Millennials e, do outro, a Geração Z. A discussão ganhou ainda mais força quando um perfil no Twitter resolveu perguntar aos seguidores da Geração Z quais os hábitos "cringe" do outro grupo ("cringe" pode ser substituído por "uó", "cafona" ou "vergonha alheia", dependendo da sua faixa etária). Até debate sobre utilizar ou não emojis entrou na roda.

Confira o tweet:

A partir daí, uma série de coisas que, se você é Millennial, provavelmente fazia sem saber que era julgade, foram listadas. Mas se você ainda não sabe o seu lado nessa rinha de gerações, não se preocupe - vamos ajudar! Preparamos um teste para quem só estava observando a briga, do lado de fora, pensando com quem concordar.

Faça o quiz, com perguntas sobre hábitos diários, gostos e manias, e vamos te dizer se, afinal, você é mais Millennial ou Geração Z.

Millennials e Geração Z: quem são?

A disputa pelo posto de geração mais legal se popularizou, polarizando pessoas que nasceram em datas diferentes. Mas o conceito de geração não é novo e realmente é muito usado em estudos sociológicos e comportamentais.

Na teoria, os millennials nasceram entre 1980 e 1994. Era uma época em que o celular estava surgindo e a internet discada ainda era um sonho que virou realidade. Por isso, determinadas características da década ajudam a formar gostos e hábitos de quem vive nesse período.

Já a Geração Z seria formada por aqueles que nasceram a partir de 1995. Eles nem se lembram da vida sem celular e objetos como discman e fita cassete são antiguidades raras. Isso também ajuda na formação da personalidade, além de determinar algumas opiniões e tendências desse grupo.

Mas a verdade é que, na prática, isso tudo depende. Por exemplo, o que mais vemos agora são tendências dos anos 2000 voltando e conquistando pessoas que não sabiam nem falar quando Britney Spears fazia seu debut como Princesa do Pop. Tudo vai e volta, a graça é rir da brincadeira e até mesmo entender com quem você mais se identifica - mas não tem resposta certa e nem lado errado nessa história!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema