Rahabe Barros Redatora
Libriana, boa de papo e apaixonada por reality show. Louca por gatos, não vivo sem café e com planos de dar uma volta ao mundo são outras curiosidades ao meu respeito. Após 10 anos, sigo encantada pelo jornalismo e por essa evolução diária da comunicação
9 Fotos
Veja as fotos!
Lana Condor está na expectativa para a estreia de sua nova série pela Netflix: "Boo, Bitch". Com data marcada para estrear dia 8 de julho, a trama conta a história da adolescente Erika Vu que vive sua melhor fase após se tornar um fantasma. No entanto, ela acaba passando por uma turbulência com sua melhor amiga e suas vontades. Em entrevista, a atriz também faz essa reflexão. Veja!

A nova série limitada da Netflix, "Boo, Bitch", dá um toque sobrenatural a uma comédia clássica do ensino médio. Lana Condor estrela como Erika Vu, que acorda depois de uma noitada e percebe que está morta. Ao observar que todos ainda podem vê-la, ela resolve perseguir sua paixão como um ato final antes de finalmente partir em paz. Já a sua melhor amiga, Gia (Zoe Colletti), a ajuda a resolver seus negócios inacabados até que a amizade das duas pode acabar ficando estremecida pela ousadia da protagonista.

"Eu nunca interpretei um personagem tão horrível para as pessoas"

Em entrevista ao Screen Rant, Lana Condor reflete sobre morte e últimos desejos. Além disso, ela conta como aprendeu o verdadeiro valor da amizade com sua personagem.

"Foi realmente uma montanha-russa e, muitas vezes, uma jornada para mim. A jornada de Erika está realmente nos extremos, então você começa a ver apenas uma menina muito doce, amorosa, meio sem amigos, mas ela tem Gia. Mas aí você assiste todo o arco dela em ser basicamente o pior humano. Isso, para mim, foi interessante porque acompanhando emocionalmente como eu poderia sutilmente fazer essa mudança, eu não queria que parecesse que surgiu do nada, mas, novamente, temos tanto tempo para fazê-lo funcionar", começou.

Lana Condor admitiu que nunca havia ativado seu modo "bitch" antes. "Eu nunca interpretei um personagem tão horrível para as pessoas, especialmente para amigos, então, isso foi interessante para mim. Era como flexionar um novo músculo de atuação que eu não tinha feito antes. Também me deixou triste porque eu ia para casa e ficava tipo, "Eu era uma pessoa tão má!" Mas foi divertido. Eu gostei do desafio de lidar com um intervalo em um show, com certeza", acrescentou.

Atriz faz revelação sobre seus "últimos desejos"

E se tivesse algo pendente na terra, quais seriam os últimos desejos de Lana Condor? "Se você fosse um fantasma como descrito nesta série, quais seriam seus negócios inacabados antes de ascender?", perguntou o Screen Rant.

Lana Condor: "Oh meu Deus! Eu nunca pensei – em todos os nossos meses filmando o show – eu nunca pensei nisso. Qual seria o meu negócio inacabado? Acho que, quero dizer, espero ter dito adeus a todos".

Zoe Colletti: Acho que sim porque gostaria de passar um tempo com minha família. Qual seria o meu negócio inacabado? Eu quero estar com uma boa roupa antes de morrer porque se eu tiver que flutuar ao redor do mundo, se eu ousar flutuar pelo mundo em calças de moletom, eu literalmente morrerei duas vezes.

Lana Condor: Eu sou o oposto. Deixe-me flutuar em calças de moletom.

Zoe Colletti: Não, eu preciso parecer glamourosa!

Lana Condor: Meu negócio inacabado seria tipo, como posso pegar meu cachorro? Não desligue, mas como posso me conectar com meu cachorro?

Zoe Colletti: Isso é justo. Essa é boa.

Lana Condor: [Risos] Você fica tipo, "Acabei de comprar uma roupa muito legal."

Zoe Colletti: E você fica tipo, "Traga meu cachorro."

"Boo, Bitch" estreia de 8 de julho só na Netflix!

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema