Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Um velho conhecido dos telespectadores da Globo está prestes a voltar ao ar: "No Limite"! Com estreia marcada para o dia 11 de maio, o reality que marcou as noites da emissora nos anos 2000 retorna e nós resolvemos fazer um aquecimento relembrando como foram as outras 4 temporadas comandadas por Zeca Camargo do programa, que agora será apresentado por André Marques!

Estamos prestes a ter de volta na televisão o primeiro reality exibido na Globo: "No Limite"! Dessa vez, diferentemente dos anteriores, teremos somente ex-BBBs no elenco e é claro que esperamos muita emoção e competição, não é? Principalmente depois que todo mundo vai ficar órfão com o fim do "BBB21", que acaba no próximo dia 4.

Para as pessoas que puderam assistir o programa nas quatro temporadas exibidas há alguns anos, as expectativas estão altíssimas. Mas e quem nunca viu? Como saber o que esperar dessa nova aposta da emissora? É pra isso que estamos aqui agora: vamos relembrar do 1º ao 4º ano do "No Limite", desde as provas ao esquema de eliminação e prêmios, para você já ir pronte pros desafios e pra escolher a pessoa que merece sua torcida.

Primeira Temporada: 23/07 a 10/09 - 2000

Tema: Água, Ar, Fogo e Terra

Participantes: 12

Local: Fortaleza, Ceará

Prêmios: Para o primeiro lugar, 300 mil reais e um carro. Para o segundo lugar, 50 mil reais e um carro. Os primeiros dez eliminados ganharam carros também.

Na primeira etapa do programa, os participantes foram divididos em dois grupos, cada um recebendo tarefas iguais. O time que tivesse o pior desempenho nisso ou demorasse mais tempo para realizá-las, era obrigado a escolher um membro do próprio grupo pra sair do programa. A votação era secreta e ocorria num local chamado "Portal dos Quatro Elementos".

Zeca Camargo, que era o apresentador, entregava à equipe vencedora um dos símbolos dos quatro elementos para preencher a mandala que, completada, caracterizava o sucesso em cumprir todas as tarefas - que incluíam provas do tipo um banquete com macarrão de minhoca e olho de cabra (veja abaixo) - e o fim da etapa. Como prêmio, os grupos ganhavam produtos de higiene, frutas ou cartas dos parentes.

A etapa final consistia nos participantes competindo individualmente nas provas até chegarem nos dois finalistas. No último episódio, a dupla que disputava o grande prêmio tinha que reunir uma mandala de cada elemento no menor tempo possível em provas bem desafiadoras e, após fazer isso, acender uma mensagem utilizando fogo.

Segunda Temporada: 28/01 a 25/03 - 2001

Tema: Tempo

Participantes: 12

Local: Chapada dos Guimarães, Mato Grosso

Prêmios: Para o primeiro lugar, 100 mil reais e um carro. Para o segundo lugar, 50 mil reais e um carro. Os outros participantes ganharam carros e uma quantia decrescente em dinheiro, a partir de 7 mil reais.

Essa edição começou de forma diferente: todos os competidores participaram de uma última refeição farta, chamada de "A Última Ceia", com pratos típicos da região. Ela foi exibida antes da estreia do reality, no "Fantástico".

Novamente, os participantes foram divididos em dois grupos inicialmente e deveriam cumprir as tarefas propostas pelo programa. Dessa vez, a mandala principal era composta pelos elementos Passado, Presente, Futuro e Infinito. A votação novamente era secreta e acontecia no "Portal do Tempo". Em um segundo momento, após eliminações, os dois grupos se tornaram um só e as provas passaram a ser em dupla.

A final também foi em um formato diferente: os quatro últimos concorrentes começaram o episódio de conclusão competindo uns com os outros e o vencedor recebeu a mandala e imunidade, não podendo ser eliminado. Depois disso, no Portal do Tempo, os quatro tiveram que decidir qual deles deixaria o programa, exceto quem estava imune.

Um dos dois concorrentes que restaram foi escolhido para ir à final por um juri de 8 participantes que já tinham sido eliminados. A prova final foi gravada, mas a dupla só descobriu quem venceu no estúdio da Globo, no Rio de Janeiro, algum tempo depois.

Terceira Temporada: 28/10 a 23/12 - 2001

Tema: Metal

Participantes: 12

Local: Ilha de Marajó, Pará

Prêmios: Para o primeiro lugar, 300 mil reais e um carro. Para o segundo e terceiro lugares, 50 mil reais e um carro. Os 4 primeiros eliminados ganharam carros e mil reais cada. Os integrantes "Vale dos Exilados" (explicação abaixo) ganharam um carro e 2.500 reais cada.

Essa edição teve mais alterações no formato e desde o início inovou: os participantes chegaram de paraquedas no local do programa. Mas, novamente, a primeira fase do reality consistia nos dois grupos desempenhando as tarefas em busca de completar a mandala, composta agora pelos elementos Ouro, Prata, Bronze e Cobre.

As quatro primeiras eliminações aconteceram da forma tradicional, com os votos secretos no portal e a saída do concorrente. A partir do 5º eliminado até o 10º, surgiu o "Vale dos Exilados", que era uma espécie de repescagem, onde eles iam para um lugar, que era tipo uma "jaula" localizada no meio da selva, e disputavam uma prova, onde o vencedor iria direto pra grande final. Detalhe: eles continuaram sendo acompanhados pelas câmeras, só que, dessa vez, elas estavam escondidas.

A revelação do vencedor foi feita ao vivo, em um dos estúdios da Globo, depois que a prova decisiva já havia sido gravada.

Quarta Temporada: 30/07 a 27/09 - 2009

Tema: Tribos

Participantes: 20

Local: Flecheiras, Ceará

Prêmios: Para o primeiro lugar, 500 mil reais. Para o segundo e terceiro lugares, 100 mil reais e 50 mil reais, respectivamente. Carros, viagens, hospedagem de um dia em hotéis e ingressos para shows foram distribuídos ao longo da competição para os vencedores de algumas provas.

A quarta temporada do "No Limite" foi exibida nove anos depois do 3º ano. Antes da estreia, o público votou e escolheu no "Fantástico" um dentre alguns concorrentes para ocupar a última das 20 vagas para a disputa.

Foram 62 dias de jogo e os participantes enfrentavam duas eliminações semanais: uma às quintas e outra aos domingos, no programa ao vivo. Pela primeira vez, o programa colocou o público para participar diretamente eliminando participantes nas primeiras semanas através do site e telefone. Funcionava da seguinte forma: a tribo que perdia a Prova de Imunidade ia para o Portal e indicava dois integrantes para a eliminação, um por indicação do líder e outro por votação do grupo e, no domingo, um deles se despedia da atração. Logo em seguida, outro Portal era formado e a eliminação acontecia na quinta-feira seguinte. Tudo aconteceu nesse formato até o 6º episódio, que voltou ao modo original, com eliminações feitas por decisão dos próprios participantes entre si.

Outra novidade nessa edição foi o "Exílio", em que toda semana um participante de cada tribo era selecionado para ficar isolado em uma área afastada dos acampamentos principais. Mesmo sendo uma espécie de "castigo", quando chegavam lá, eles encontravam itens como um colar de imunidade, comida, uma pista para encontrar o tal colar ou coisas mais simples, como areia e cocos.

O último plot twist da 4ª temporada foi revelado um mês após a estreia do reality: o vencedor do "No Limite" seria escolhido por um júri formado por ex-integrantes daquela edição!

Globo
Gravações de "No Limite" chegam ao fim: saiba os possíveis finalistas
Adivinhe qual é a novela por uma imagem
"No Limite": 15 curiosidades sobre a Ariadna
"No Limite": Carcará ou Calango, qual equipe vai se dar melhor no reality show? Vote!
ver todas as notícias de Globo Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema