Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Fazer parte do BTS parece um sonho, certo? Em entrevista à Weverse Magazine, divulgada nesta segunda-feira (26), Jungkook falou um pouco sobre a realidade do sucesso e mostrou que nem sempre é fácil. O idol de K-pop também comentou sobre sua relação com o fandom e disse como está o planejamento de seu debut solo. Confira os melhores momentos da entrevista!

Apesar de ser um dos maiores idols de K-pop, Jungkook, do BTS, é uma pessoa como outra qualquer. E isso ficou claro em sua entrevista para a Weverse Magazine, divulgada nesta segunda-feira (26). Com direito a photoshoot, o portal conta que pediu para que Jungkook desenhasse na parede enquanto era fotografado e o rapaz só parou quando finalizou sua obra (mesmo após o fim da sessão de fotos).

Para além das imagens que conquistaram muitos elogios dos fãs, o artista de 23 anos conversou com Myungseok Kang e falou um pouco sobre suas inseguranças, desafios em ser membro do BTS e deu alguns spoilers do que os fãs podem esperar de seu projeto solo. Confira alguns pontos principais da entrevista!

Jungkook, do BTS, desabafa sobre fama: "ainda parece um fardo às vezes"
Jungkook, do BTS, desabafa sobre fama: " ainda parece um fardo às vezes"

"É um fardo", diz Jungkook sobre sucesso de BTS

Apesar de ser extremamente grato pelo sucesso monstruoso que ele e seus seis companheiros de grupo vêm fazendo no BTS, ainda existe muita pressão para se superar e ultrapassar recordes. "Por mais que esteja muito feliz com todos os números que estamos alcançando desde 'Dynamite', ainda parece um fardo às vezes. Mas espero que o BTS continue melhorando sempre", afirma.

Jungkook ainda fala especificamente sobre sua participação em "Dynamite", que não o deixou completamente satisfeito. "Eu acho que não me expressei do jeito que realmente queria. Quando ouço os remix, vejo que poderia ter feito diferente e penso 'ah, cara, se pudesse fazer isso de novo", brinca o artista, que pratica canto todos os dias por pelo menos uma hora.

O membro do BTS também expressou ser grato por fazer parte de um grupo, já que ele se considera uma pessoa muito preguiçosa. "Se eu estivesse sozinho, provavelmente perderia muitos compromissos. Mas como funcionamos como grupo, eu tento evitar cometer esses erros", diz para surpresa de muitos, já que o BTS está sempre trabalhando, em gravações, apresentações ou eventos. Não parece ser algo que um preguiçoso faria, né?

Além das tarefas constantes com o BTS, Jungkook ainda se dedica a vários hobbies. "Estou melhor no boliche [risos] e aprendi a pintar com vídeos no Youtube. Mas as coisas que eu realmente quero aprender continuam as mesmas: cantar, falar inglês e me exercitar", afirma.

Jungkook, do BTS, dá detalhes sobre debut solo
Jungkook, do BTS, dá detalhes sobre debut solo

Vem solo de Jungkook!

Quando perguntado sobre o lançamento de sua mixtape solo, o artista afirma estar trabalhando bastante no projeto. No começo, ele pensava muito sobre a narrativa que o álbum teria.

"Eu poderia falar sobre como comecei como trainee aos 13 anos e, depois de muito trabalho, encontrei sucesso. Mas qualquer um poderia fazer isso. Então pensei em fazer algo original, com uma narrativa complexa", afirma Jungkook. Como inspiração, ele cita o debut de Billie Eilish, "When We All Fall Asleep, Where Do We Go?" de 2019. "Me marcou muito esse álbum quando foi lançado", lembra.

Mas depois de iniciar o trabalho em sua mixtape, o artista afirma ter mudado um pouco de abordagem em relação a sua forma de produzir. "Hoje em dia, em vez de focar na história do álbum como um todo, estou apenas tentando escrever o que quero dizer em cada música [...] Estou tentando fazer isso de forma um pouco mais leve".

Amor entre o BTS e o ARMY é real
Amor entre o BTS e o ARMY é real

É fato: o BTS ama o ARMY

Muitos artistas sabem a importância de seus fãs para seu trabalho, mas quando se trata da relação do BTS com o fandom, parece que os meninos valorizam ainda mais esse carinho. Na entrevista, Jungkook disse que tudo o que eles fazem é para o ARMY e que a conexão dos sete com os fãs é realmente especial.

"Eles são nossa fonte de força. É uma espécie de sinergia. Não é suficiente dizer apenas que nós e o ARMY gostamos um do outro, nem que a gente se ama. Com certeza tem mais coisa envolvida. Eu não sei, é muito difícil colocar em palavras", afirma.

O artista também se mostrou com saudades dos shows ao vivo, interrompidos desde 2020 como forma de conter o avanço da pandemia do coronavírus. Ainda assim, tenta fazer um bom trabalho em performances on-line e agradar o fã que está assistindo do outro lado da tela. "Mas eu tiro toda minha energia do ARMY quando estão na minha frente. Essa é a importância deles para mim. [Ao vivo] é algo completamente diferente".

Mas tudo indica que o BTS pode sair em turnê em 2022, pelo menos para os locais em que a vacinação está avançada. Aí vai dar para matar as saudades, né?

BTS
BTS tem seis clipes com mais de 1 bilhão de views. Qual é o seu preferido?
Você consegue adivinhar o integrante do BTS só pelo look no clipe? Faça o quiz!
RM, do BTS, revela luta contra depressão em seu aniversário: "Todo dia é uma guerra"
Reality show do BTS, "In The Soop", vai ter 2ª temporada. Saiba mais!
ver todas as notícias de BTS Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema