Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

No último sábado (19), a cantora aproveitou a viagem a Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, para conhecer o Sheikh Zayed, o maior templo do local e tirar algumas fotos. Os administradores do templo acharam as fotos inadequadas e pediram para ela deixar o local.

Depois de "ajudar" a prender duas pessoas por porte ilegal de animal, na Tailândia, e fazer uma tattoo na base da martelada, na Nova Zelândia, a popstar Rihanna polemizou mais um vez. O lugar escolhido dessa vez foi Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, mais precisamente na Grande Mesquita do local. A diva aproveitou o sábado (19), para conhecer a cidade árabe e tirar algumas fotos no ponto turístico.

Vestida com um macacão mega justo preto e um véu que cobria o cabelo, Riri fez uma sessão de fotos na mesquita sagrada de Sheikh Zayed e ainda brincou com duas moças que passavam atrás de sua imagem. "Fashion Killaz", escreveu em uma legenda. Logo depois postou de novo: "Vacas, roubaram meu look", brincou a barbadiana em sua conta pessoal do Instagram.

As fotos violam a "santidade da mesquita"

Os administradores da Grande Mesquita de Abu Dhabi pediram que a dona do clipe "Pour it Up " deixasse o templo, alegando que a caribenha e sua equipe estavam em um local proibido para visitantes e que os registros violam as regras de "santidade da mesquita".

Sheikh Zayed é uma das principais atrações turísticas de Abu Dhabi e o maior templo religioso do país, com capacidade limite para receber 40 mil pessoas. Rihanna segue viajando ao redor do mundo com a sua turnê "Diamonds World Tour".

Rihanna
Rihanna pode estar grávida de seu primeiro filho com A$AP Rocky
20 momentos aleatórios de Rihanna, Madonna e mais famosos internacionais no Brasil
Rihanna promete expandir a inclusão no "Savage X Fenty Show" e fala de desafios
Savage x Fenty Show, da Rihanna: tudo sobre a estreia do Vol. 3 da grife
ver todas as notícias de Rihanna Ver + matérias
Principais
notícias
sobre
o mesmo tema