Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

Ser traíde não é fácil em nenhum contexto. Traições em relacionamentos amorosos podem ser às vezes ainda mais difíceis de superar, já que tendem a mexer com diversos pontos pessoais, fazendo com que a gente questione nosso valor e todo o relacionamento. Para te ajudar a passar por esse momento difícil, separamos 6 passos importantes para superar uma traição.

A traição é qualquer tipo de quebra de confiança e pode acontecer entre amigues, familiares, colegas. Entretanto, quando falamos do tema, logo vem à mente a traição em relacionamentos amorosos - que pode ser, às vezes, mais difícil de superar. Diferente de ter sua amizade questionada, quando a pessoa com quem nos relacionamos nos trai, podemos questionar tudo sobre a gente - nosso valor, se os sentimentos eram reais, se você significa mesmo algo para a pessoa.

E isso, infelizmente, é bem mais comum do que gostaríamos. Uma pesquisa americana dos anos 2000 apresentou alguns dos resultados mais alarmantes sobre traições. De acordo com o estudo, 75% dos homens e 68% das mulheres admitiram já ter traído alguém de alguma forma. A traição é algo muito relativo e essa ampla interpretação ajuda a alterar os números da pesquisa. Por exemplo, se você está em um relacionamento aberto e ambos têm o compromisso de não ficar com pessoas conhecidas - quebrar esse pacto é uma traição, assim como em qualquer relação monogâmica.

Funny Gifs : breaking up GIF - VSGIF.com

Se você está passando por isso ou conhece alguém que se encontra nesta situação, separamos seis passos que podem te ajudar a superar a dor da traição. E vale lembrar que eles valem tanto para quem está disposto a perdoar e continuar no relacionamento, quanto para aqueles que preferem dar o ponto final, já que isso vai variar muito de acordo com cada caso.

1. Dê tempo ao tempo

Sim, pode parecer clichê mas este é um dos conselhos mais importantes. Estar com o coração partido é um momento de muita dor e aprendizado, então se respeite e reconheça seu sofrimento. Em nada adianta se apressar para tomar uma decisão sobre o relacionamento e conversar quando está com raiva raramente dá certo. Se possível, se afaste da pessoa e tire um tempo para refletir sobre tudo. Se já tomou a decisão de terminar, vale comunicar ao outro, mas se está em dúvida, pense bastante sobre tudo o que rolou - sem pressa, no seu tempo.

2. Não se culpe pelo erro do outro

Se você foi traíde, é importante lembrar que você não tem culpa. Se você acredita que não estava dando tanta atenção para o relacionamento ou qualquer coisa do tipo, há outras formas de lidar com o problema. Se alguém está se sentindo desvalorizade ou quer mais atenção, pode conversar sobre isso e, no pior dos casos, terminar com o namoro. Trair não é a resposta e você nunca deve se culpar pelo erro do outro. Isso pode acontecer principalmente com mulheres em relacionamentos heterossexuais, que muitas vezes são exigidas de carregar o relacionamento nas costas. Uma pessoa sozinha não pode fazer isso.

Depois de uma traição, é importante fortalecer a autoestima
Depois de uma traição, é importante fortalecer a autoestima

3. Procure formas de aumentar a autoestima

Como dito, ser traíde pode ser um golpe na autoestima. Apesar de não ser nossa culpa, muitas vezes pensamos que a traição aconteceu porque não somos bonites ou interessantes o suficiente. A primeira coisa que devemos fazer é ter uma visão realista do assunto. Se alguém traísse apenas porque não está satisfeite com a pessoa, algumas das celebridades mais incríveis do mundo - de Beyoncé à Giovanna Ewbank - não falariam abertamente sobre traições no relacionamento. Mais uma vez: não é sua culpa e o erro do outro não diz em nada sobre seu valor.

Dito isso, somos seres humanos e é comum sentir medo, tristeza e até insuficiente neste momento. Por isso, vale pensar em formas de aumentar sua autoestima, seja com corte de cabelo, comprando algum look novo, praticando um novo exercício ou aderindo a uma alimentação mais saudável. Cuidar do nosso corpo - sem foco no peso ou padrões estéticos - é muito importante para se sentir bem consige mesme.

Group Hug Friends GIF - GroupHug Friends Rachel - Discover & Share GIFs |  Friends moments, Friends hugging, Friends tv

4. Fique perto de quem te faz bem

Ter suporte em momentos de dificuldade é ponto chave para superarmos mais rápido e de forma saudável. Conte com amiges querides, familiares que te entendem, converse com pessoas próximas que já passaram pelo mesmo - pode ajudar a entender, de uma vez por todas, que qualquer um pode passar por isso. Por outro lado, caso a tristeza e a dor estejam dificultando sua rotina por semanas ou meses, talvez seja hora de procurar ajuda profissional. Fazer terapia é uma grande ferramenta para superar não apenas as dores de uma traição, mas qualquer mágoa ou trauma que interfira em nossa qualidade de vida.

5. Se estiver pronte, converse sobre o que rolou

Se o momento for adequado, conversar com a pessoa, fazer as perguntas que podem te ajudar e falar o que deseja - de forma calma e racional - pode ser um grande passo no caminho da superação. Mais uma vez, é claro que cada caso é um caso e a mágoa pode ser tão grande que falar com a pessoa não seja uma opção e tudo bem.

Porém, se decidir ter esta conversa, pense bastante no que gostaria de falar e tente trazer assuntos que você dê conta. Ou seja, não fale algo apenas em busca de ouvir a resposta que você quer - é a receita perfeita para a decepção. Outra dica é ter esse debate em local neutro, não em ambientes que um fica claramente mais confortável que o outro, como a casa de um de vocês.

É difícil, mas é possível superar uma traição
É difícil, mas é possível superar uma traição

6. Siga em frente

Independente do tempo que precisar, após tomar a decisão sobre o relacionamento, tente deixar essa história no passado. Se decidir continuar na relação, evite trazer o tema à tona ou usar a traição para justificar comportamentos seus. É claro que é muito mais fácil falar do que fazer, por isso, ajuda psicológica pode ser tão importante nesse momento.

Se decidiu terminar, evite ficar remoendo a história ou pensar no que você poderia ter feito diferente para evitar ser traíde. A resposta é: absolutamente nada. Apesar de ser uma experiência horrível, todos nós podemos passar por isso em algum momento, mas isso não deve, nem pode, marcar nossa história a ponto de definir quem somos. Somos muito mais do que nossos relacionamentos e, definitivamente, muito maiores do que os erros dos outros.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema