Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

A terapia pode ser uma ferramenta útil para todos mundo. Dentro do processo, existem diversos tipos de métodos que se dedicam a relacionamentos em família e íntimos, luto, perda, doença, separações, estresse no trabalho, crises existenciais, desenvolvimento pessoal e muito mais. O Purebreak reuniu as principais delas para você ver qual combina mais!

Tomar a decisão de ir à terapia, muitas das vezes, é uma das etapas mais difíceis quando se trata de cuidar da própria saúde mental, não é mesmo? Mas se você está neste momento se perguntando "como faço para descobrir que tipo de ajuda eu preciso" certamente não está sozinho, já que existem dezenas de dúvidas com relação a isso e por conta dos diferentes tipos de abordagens.

Muitas pessoas procuram um profissional para um problema específico de saúde mental, como ansiedade, depressão, transtorno de estresse pós-traumático ou vício. Porém, a terapia pode ser uma ferramenta útil para qualquer pessoa. Existem tipos de linhagens dedicadas a relacionamentos familiares e íntimos, luto, perda, doença, separações, estresse no trabalho, crises existenciais, desenvolvimento pessoal e muito mais.

O Purebreak levanto algumas delas das principais linhas de dentro da terapia, reconhecidas pelos Conselhos da profissão. Acompanhe!

Psicanálise

A psicanálise é um tipo de psicoterapia, desenvolvida pelo médico Sigmund Freud. O método serve para ajudar pessoas a entenderem melhor seus sentimentos e emoções, assim como ajudar a identificar como o inconsciente influencia os pensamentos bons ou ruins e ações no dia-a-dia.

Terapia analítica

Criada por Jung, um discípulo de Freud, a terapia analítica a psicologia analítica interpreta o indivíduo dentro de uma coletividade, em que fatores socioculturais influenciam o seu desenvolvimento. Neste caso, o profissional vai tentar interpretar os símbolos que aparecem nos relatos das pessoas e entender os processos que levam ao sofrimento.

Psicodrama

Psicodrama é uma psicoterapia feita em grupo em que a representação dramática improvisada é usada como núcleo de abordagem e exploração da psique humana e seus vínculos emocionais. A linha trabalha nas relações interpessoais como as ideologias particulares e coletivas que as sustentam

Psicologia comportamental

A terapia cognitivo-comportamental (TCC) é um tipo de terapia de curto prazo focada em mudar a forma como você se relaciona com seus pensamentos e como esses pensamentos afetam seu comportamento. Pode ser adequada se: você estiver lidando com um transtorno de ansiedade, ataques de pânico, transtorno bipolar ou depressão. Outras terapias baseadas em comportamento podem ser úteis para fobias, vícios e transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

Gestalt

Esse método é uma doutrina que defende que, para se compreender as partes, é preciso, antes, compreender o todo. A linha de trabalho da Gestalt-terapia enfatiza o autoconhecimento e o crescimento pessoal, foca no indivíduo e em suas percepções do presente, como capacidade de se autogerir e regular.

Terapias alternativas

Constelação familiar

Em alta pelo Brasil, este tipo de terapia é uma prática considerada terapêutica que busca resolver conflitos familiares e que podem estar atravessando por gerações.

Somaterapia

Criada no Brasil pelo escritor e terapeuta Roberto Freire, a partir das teorias de Wilhelm Reich e do Anarquismo, a Somaterapia, também chamada de SOMA, é uma terapia corporal e que busca entender o comportamento humano a partir do cotidiano das pessoas e suas interações sociais.

Terapia de Regressão

Terapia de vidas passadas, regressão, regressão de memória ou ainda retrocognoterapia consiste em fazer o paciente relembrar suas supostas vidas passadas através da hipnose

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema