Segue a gente no Insta

@purebreakbrasil

No Dia Nacional e Internacional de Combate à LGBTfobia, veja filmes, séries e livros cheios de representatividade
No Dia Nacional e Internacional de Combate à LGBTfobia, veja filmes, séries e livros cheios de representatividade
Representatividade importa, sim! No Dia Nacional e Internacional do Combate à LGBTfobia, viemos enaltecer produções cheias de diversidade que também fazem parte da luta pelo respeito e igualdade. Prepare a caneta, pois o Purebreak trouxe uma lista incrível de filmes, séries, livros e conteúdos cheios de diversidade que precisam ser enaltecidos. Vem conferir!

Você sabe porque o Dia Internacional de Combate à LGBTfobia é comemorado no dia 17 de maio? Foi nesta data, em 1990, que a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde - ou seja, a homossexualidade deixou de ser considerada uma doença. Pois é, a mudança foi bem recente, apenas 31 anos atrás. Apesar de ter sido uma vitória para a causa LGBTQIA+, este pouquíssimo tempo prova o quanto a comunidade ainda tem que enfrentar para conseguir respeito e igualdade.

The Importance of Pride

O Brasil, por exemplo, segue como o país que mais mata LGBTs no mundo, uma estatística vergonhosa para o nosso país. O Gilberto, do "BBB21", sofreu ataques homofóbicos ainda nesta semana, simplesmente por estar no estádio do seu time de futebol do coração. A luta contra o preconceito continua aqui e no mundo inteiro, e não poderíamos deixar de falar na importância desta data. E, claro, a briga também é sobre representatividade: ocupar espaços é uma forma de resistência e nós precisamos enaltecer quem está fazendo isso acontecer na prática. Por isso, hoje listamos mídias para cada letra da sigla LGBTQIA+, para assistir, ler, ouvir e consumir muito conteúdo cheio de diversidade. Vem conferir!

L - Lésbicas

Temos várias produções que colocam o amor lésbico em destaque para indicar! "Orange Is The New Black" e "Sense8" são séries queridinhas com casais lésbicos incríveis. Também vale a pena conferir os longas "Desobediência", "Você Nem Imagina" e "Retrato de Uma Jovem em Chamas". E se a sua paixão é a leitura, recomendamos os livros "Amora", de Natália Borges Polesso, e "Conectadas", de Clara Alves.

Pin on Sense8

G - Gays

Quer uma série com protagonista gay para aquecer o coração? "Special", da Netflix, é a opção perfeita! Em "Elite", o casal Omar (Omar Ayuso) e Ander (Arón Piper) vivem o ship mais querido dos fãs, assim como Lito (Miguel Ángel Silvestre) e Hernando (Alfonso Herrera) em "Sense8". E o que falar de "Queer Eye", um dos melhores e mais divertidos realities da atualidade? A lista de indicação de filmes também é longa: "Alex Strangelove", "Moonlight", "Com Amor, Simon", "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho", "Milk: A Voz da Igualdade" e muitos outros títulos abordam personagens gays excelentes!

Meu Crush, Omander | Elite Amino

B - Bissexual

Personagens bissexuais estão em várias séries e filmes, mas nem sempre são os protagonistas - sim, o apagamento de pessoas bi e a bifobia são muito reais. Não é o caso do livro "Leah Fora de Sintonia", que é um spin-off do sucesso "Com Amor, Simon". Leah é a melhor amiga de Simon e é uma menina bissexual, mas nunca compartilhou isso com ninguém. O livro mostra os conflitos da personagem lidando com sua sexualidade, além de tocar em assuntos como gordofobia e as inseguranças da adolescência.

Uma reflexão sobre invisibilidade: quem tem medo do bissexual?

T - Transexual

Nós já te indicamos vários influencers trans que fazem um conteúdo incrível para acompanhar! E se você está buscando atrizes talentosas em séries maravilhosas, precisa conferir a atuação de Hunter Schafer em "Euphoria" e de Jamie Clayton em "Sense8". A indicação especial de hoje vai para Kim Petras, cantora pop dona de um estilo único, que está arrasando. Ela até participou recentemente de um álbum junto com o TWICE, um dos maiores girl groups do K-Pop.

Q - Queer

Como o Purebrek já te explicou, o termo queer não tem necessariamente uma definição quadradinha. Queer é qualquer pessoa que não se limita aos padrões da heteronormatividade. As drag queens, por exemplo, vivem brincando com as noções de gênero. Rita Von Hunty é uma drag queen que todo mundo deveria conhecer! O canal "Tempero Drag" discute temáticas atuais importantes, que envolvem política e história. Drag queen, intelectual e professor, sim!

I - Intersexual

Mais um livro para a lista: "Menino de Ouro", de Abigail Tarttelin, conta a história de Max Walker, um menino popular, inteligente, bonito e intersexual. Pois é, um tema pouco discutido na literatura adolescente é justamente o ponto principal dessa obra - mas não é tudo sobre ela, já que a história é super forte e emocionante. Vale a pena conferir!

Intersexual GIFs - Get the best GIF on GIPHY

A - Assexual

A representatividade assexual, infelizmente, ainda é bem pequena em comparação com o restante desta lista. Você sabia, por exemplo, que o Jughead, de "Riverdale", é assexual nos quadrinhos? Pois é, infelizmente o personagem de Cole Sprouse não foi adaptado da mesma forma para a série. Pelo menos em "Sex Education" vemos uma pequena discussão relevante sobre assexualidade, quando Jean (Gillian Anderson) aconselha Florence (Mirren Mack) em seus conflitos por não ter nenhum tipo de atração sexual. Bom, sempre vamos indicar "Sex Education" aqui, pois é uma série cheia de discussões necessárias.

Fuck Yeah Asexual - dumb-binch-juice: Sex Education Season 2 || Sexual...

O "+" na sigla representa o quão diversa a comunidade LGBTQIA+ é. Afinal, a sexualidade humana é muito mais complexa do que nós achamos. Pelo direito de amar e ser livre, continuaremos apoiando e consumindo um conteúdo com muita diversidade, pois representatividade importa, sim.

Principais
notícias
sobre
o mesmo tema